Cinco dicas de gestão de tempo para desacelerar a rotina do advogado

O advogado precisa conciliar a vida profissional com a vida pessoal e organizar bem o seu dia para não perder o prazo de processos ou esquecer outras tarefas.

Ah, quase me esqueço. Não perca essa lista com os 10 melhores blogs informativos dos do WordPress (Consumidor, Deficientes, Defesa da Mulher, Família Carcerária, Contos e casos e muito mais: http://bit.ly/2dZIwlS

Análise de processos, estudos de tese, atendimentos aos clientes, visita ao Foro para audiências e reuniões no escritório são algumas das atividades da rotina de um advogado. Para dar conta de todas essas tarefas e ainda enfrentar o engarrafamento no trânsito e filas para autenticações de documentos e processos, só sendo um expert em gestão de tempo. Além disso, o advogado ainda precisa conciliar a vida profissional com a vida pessoal e organizar bem o seu dia para não perder o prazo de processos ou esquecer outras tarefas.

5-dicas-para-melhorar-sua-gestao-do-tempo-como-advogado18236Separamos algumas boas práticas para melhorar a gestão de tempo e fazer o dia do advogado render muito mais. Acompanhe abaixo:

Gestão de tempo para advogados em 5 passos

1 – Tenha uma agenda organizada e compartilhada com sua equipe
O primeiro passo para melhorar a gestão de tempo é fazer da agenda a sua principal aliada. Você pode utilizar agenda de papel, mas uma boa prática é usar uma versão online que permita o compartilhamento das atividades com os outros advogados do escritório. Assim, toda a equipe consegue visualizar quais os seus compromissos e pode entrar em contato com os clientes quando houver algum atraso. Além disso, se todos os advogados e colaboradores utilizam uma agenda compartilhada, é possível que cada membro organize seus horários de acordo com o planejamento do escritório.

Para criar uma agenda compartilhada você pode utilizar ferramentas gratuitas, como o Google Agenda,

ou contratar um software jurídico que também tenha essa função: o SAJ ADV, por exemplo, permite a visualização da agenda diária, semanal ou mensal e ainda envia notificações de prazos, tarefas a serem executadas, audiências e reuniões com clientes. Também é possível realizar o registro de compromissos pessoais, tudo em um único local, facilitando a organização e o seu compromisso com as atividades.

2 – Seja pontual em todos os compromissos do dia
Prezar pela pontualidade em todos os compromissos, sejam eles pessoais ou profissionais é o segundo passo para uma boa gestão de tempo. Embora seja complicado estabelecer um horário fixo para todas as tarefas do dia, principalmente pelo fato de cada processo ter suas particularidades e que é difícil determinar quanto tempo vai durar um atendimento ao cliente, por exemplo. Mas, uma boa prática para melhorar essa questão é estipular um tempo médio para reuniões e atendimentos aos clientes. E nem precisa ficar olhando no relógio a cada 15 minutos, pois já existem aplicativos que podem lhe auxiliar nessa tarefa.

3 – Estabeleça prioridades criando lista de tarefas
Já o terceiro passo para melhorar gestão de tempo para advogados, e talvez a mais importante delas, é estabelecer prioridades. Na hora de anotar os compromissos em sua agenda, seja ela a pessoal ou a compartilhada, insira suas atividades por ordem de importância. Dessa forma fica mais fácil se concentrar primeiro no que é mais urgente e depois que as atividades prioritárias forem executadas, você pode passar para a próxima tarefa sem se preocupar por ter deixado algo inadiável pela metade. Você pode também reservar um tempo diário para planejar uma rotina mais produtiva e apostar na utilização de aplicativos e soluções, como o SAJ ADV, que permite a organização e visualização dos compromissos em formato de calendário diário, semanal ou mensal.
Mas lembre-se de inserir em sua lista diária, apenas metas que possam ser executadas. Não existe nada mais frustrante para quem quer se organizar para aumentar a produtividade do que chegar ao fim do expediente e ter resolvido apenas metade da demanda planejada para aquele dia. Mantenha os pés no chão e somente inclua na agenda tarefas que possam ser desenvolvidas ao longo de um dia. Se sobrar tempo, você pode começar outras atividades e a sensação de que não cumpriu com as metas desaparece.

4 – Realize uma atividade por vez
Não responda emails enquanto estuda uma tese. Concentre-se em uma atividade por vez, pois a ideia de ser um profissional multitarefas não contribui para a o aumento da produtividade, muito pelo contrário, torna a pessoa mais dispersa. Quando são executadas mais de uma atividade por vez, o cérebro coloca sua atenção em apenas uma das coisas, mas muda o foco entre as atividades de vez em quando, o que faz com que o profissional pule de uma demanda para outra.

5 – Descanse e cultive um hobby
Outro passo importante para melhorar a gestão de tempo é ter um momento em que você se dedica a fazer uma atividade que gosta. Pode ser praticar um esporte, ler um livro ou uma simples ida ao cinema. Uma pausa ao longo do dia é fundamental para manter o ânimo e renovar as energias para a rotina de trabalho. Além disso, é importante dormir bem e estar descansado para conseguir executar as tarefas com mais agilidade e qualidade no dia seguinte.

___________________

*Luciano Martins é project owner do SAJ ADV – Software Jurídico.

Fonte: http://www.migalhas.com.br/dePeso/16,MI247269,101048-Cinco+dicas+de+gestao+de+tempo+para+desacelerar+a+rotina+do+advogado

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , | Leave a comment

7 dicas para você economizar dinheiro no dia a dia!

dicas-para-economizar-dinheiroGastar de maneira descontrolada nas pequenas coisas do dia a dia pode não deixar que você preste atenção no quanto você gasta à toa ao final do mês. Economizar pode ser ótimo, de forma que você tenha recursos para enfrentar períodos mais difíceis ou tenha conforto no futuro. Você já passou por problemas financeiros por ter gastado demais e teve que recorrer aos empréstimos bancários ou se apertar por alguns meses? Que tal saber como poderia economizar em seu dia a dia para não ter mais esses contratempos?

Saiba bem o nível de sua renda familiar

Este volume de dinheiro corresponde à soma dos rendimentos que todos da família recebem. Saber qual é a renda da família vai ser importante para que se estabeleça um limite de gastos a cada mês, o qual nunca poderá ser maior do que essa estimativa.

Anote tudo em que gasta seus recursos

Há pelo menos duas razões importantes para fazer isso. A primeira, é que você será capaz de notar se está gastando mais do que recebe. Ou seja, você vai entender se está ou não respeitando uma das mais relevantes regras financeiras: o dinheiro que entra no seu orçamento sempre deve ser maior do que sai. Outro ponto é que você poderá observar bem as despesas do mês, separando-as por tipos e contas.

Corte ou diminua as despesas desnecessárias

A man doing his taxes using a calculator and pencil on a white backgroundJá que você tem tudo anotado e vai perceber todos os seus gastos e obrigações, vai conseguir identificar onde há despesas de forma excessiva ou pouco necessária. Corte ou diminua aquelas que não forem fazer tanta falta. Analise com cuidado com sua família para ver o que pode ser reduzido.

Guarde uma reserva de capital

Uma coisa muito importante para ser feita é guardar parte do dinheiro recebido em uma renda fixa, a fim de ter recursos no futuro, nas ocasiões de emergência ou necessidade. Ter dinheiro guardado pode ser útil no caso de perder um emprego ou de doença na família, por exemplo. Ser precavido é algo que pode valer ouro!

Analise bem as formas de pagamento

Muitos produtos e serviços são oferecidos com desconto para os pagamentos à vista. Tente utilizar o pagamento em espécie sempre que puder, pois isso ajuda a entender com precisão o quanto está sendo gasto, controlando melhor as contas. Se for realmente necessário dividir as compras com seus cartões de crédito, nunca se esqueça de considerar as parcelas vindouras nos orçamentos dos outros meses.

Use um programa financeiro online

Cada vez mais é possível usar a tecnologia para melhorar a vida cotidiana. Com um software voltado para as finanças, você poderá controlar todos os fluxos que seu dinheiro faz, vendo onde mais gasta e estabelecendo limites mensais de consumo.

Texto com edições do Dr. Yves Patrick Pescatori Galendi. Para enviar uma pergunta ou comentário, envie um e-mail direto ao Dr. Yves! Email: yves@pescatorigalendi.com.br

Fonte:http://www.quickbooks.com.br/r/mei/dicas-economizar-dinheiro/

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

13 dicas para mandar bem na entrevista de emprego!

Antes das dicas para entrevista, temos as melhores dicas para você elaborar um curriculum vitae. E ainda, um modelo de curriculum grátis! Acesse: http://bit.ly/1TP1PhU 

E vamos as dicas para a entrevista…

Se você foi convidado para uma entrevista de emprego presencial com um recrutador ou com seu potencial gestor, é sinal de que já passou por um funil e tanto no processo seletivo. Você pode – e deve – ficar animado, mas de jeito algum pode achar que já venceu o jogo. Para se sair bem nesta etapa, além de respirar fundo, você precisa pensar no que vai dizer, na forma como vai organizar sua fala e se preparar para as mais variadas perguntas.

1. Preparando a memória

Dias antes da entrevista de emprego, pare para pensar nas situações mais importantes da sua vida profissional. O ideal é que você selecione de 5 a 10 situações e avalie o papel que você desempenhou em cada uma, o que você aprendeu, quais foram os desafios etc.

“Essa dica é muito importante para quem vai passar por uma entrevista por competência, aquela em que o entrevistador pergunta sobre situações passadas em que o candidato precisou trabalhar sob pressão ou teve de liderar um grupo, por exemplo”, explica Fernanda Thees, sócia-diretora da Loite, empresa de orientação de jovens para carreira e para processos seletivos.

Isso porque, na hora do vamos ver, você pode estar nervoso e não se lembrar dos melhores exemplos para contar. Quando selecionar essas situações, observe que cada uma pode se encaixar em diversas competências – liderança, trabalho em equipe, comunicação, resiliência etc. “É a melhor forma de você se preparar já que nunca vai saber ao certo que pergunta terá de responder na hora.”

2. Para quem não tem experiência profissional

15-atitudes-inaceitaveis-em-uma-entrevista-de-emprego1-1Se você nunca trabalhou, pode pensar nas principais situações da sua vida escolar ou em família, por exemplo. “O importante é explorar as experiências que você já passou”, ressalta Caroline Cobiak, consultora interna da área de Jovens Profissionais da Across, especializada em recrutamento de programas de estágio e trainee. E aqui valem os trabalhos em grupo da faculdade, a viagem com os amigos, o intercâmbio que fez sozinho, a festa que organizou etc.

3. Método “estrela”

Na entrevista de emprego, principalmente para quem já tem bastante experiência profissional, é sempre importante mostrar resultados. Para apresentar suas entregas e realizações profissionais você pode utilizar a técnica STAR, estruturando os casos em Situação-Tarefa-Ação-Resultado. “Dessa forma, você consegue mostrar uma sequência lógica e estruturada de suas conquistas”, afirma Denise Barreto, sócia-fundadora da GNext Talent Group, especializada em recrutamento e seleção.

4. Com chave de ouro

O ideal, segundo Fernanda, da Loite, é que você sempre termine as suas falas com algo positivo. Por exemplo, você pode finalizar uma história contando que, quando concluiu determinado projeto, foi promovido.

“Provavelmente o entrevistador vai pegar um gancho no que você diz por último e, se o gancho vier de algo positivo, ele tenderá a continuar o assunto”, explica ela. Por outro lado, se você terminar a fala com algo negativo, como uma demissão, ele tende a perguntar, por exemplo, por que você foi demitido etc. A dica é especialmente válida quando a entrevista for baseada nas informações do seu currículo.

5. Perguntas absurdas

comportamento-em-entrevistas-de-empregoAlgumas empresas fazem, sim, perguntas bem esquisitas na hora da entrevista de emprego. Já ouvimos falar em “quanto pesa uma girafa”, “quantas bolas de gude cabem em um avião” ou até “quantos McDonald’s existem em São Paulo”. Essas questões — aparentemente engraçadinhas – podem parecer só uma pegadinha, mas, em grande parte dos casos, são feitas para testar o seu raciocínio lógico.

O mais comum é que elas sejam aplicadas em bancos de investimento e consultorias, além de empresas modernas como o Google, que é muito adepto desse tipo de questionamento para todas as posições. Se você se deparar com uma pergunta desse tipo, demonstre como você é capaz de estruturar seu raciocínio para chegar a uma resposta lógica, que não necessariamente precisa estar correta.

“No caso da pergunta do McDonald’s, por exemplo, conheço uma pessoa que fez uma regrinha de três e foi aprovada no processo seletivo”, conta Fernanda, da Loite. O candidato respondeu mais ou menos assim: na minha cidade, que tem X habitantes, há Y McDonald’s. Em São Paulo, há mil vezes os habitantes da minha cidade, logo, deve haver mil vezes a quantidade de McDonald’s que existem lá. Simples assim. “O importante é usar a lógica e o repertório que você tem para demonstrar que entendeu a pergunta e estruturou bem seu pensamento”.

6. Sorriso amarelo

Há casos também em que esse tipo de pergunta aparentemente absurda é feita para “quebrar o gelo” e observar a reação do candidato. “Não existe resposta certa ou errada, o que conta é a percepção do recrutador diante da resposta, seja ela qual for”, afirma Roberto Marques, presidente do Instituto Brasileiro de Coaching. Portanto, vale a pena ter bom humor e evitar aquele “sorrisão amarelo” de quem não tem ideia do que vai dizer, ok?

7. Fazendo a lição de casa

Outra questão que frequentemente aparece nas entrevistas é “por que você quer trabalhar aqui?”. Pode parecer uma perguntinha, mas por trás dela existe a vontade de a empresa encontrar profissionais com valores alinhados aos seus.

Pode acreditar que não existe resposta pronta para essa questão. Para respondê-la, você tem, sim, de fazer a lição de casa e pesquisar tudo o que puder sobre a empresa – desde o setor em que ela atua, suas características de gestão, seus dados financeiros, seus desafios, seus concorrentes etc.

“Muita gente confunde a empresa com a marca e responde que é consumidor da marca desde criança e sempre sonhou em trabalhar na empresa”, explica Caroline, da Across. Segundo ela, não é isso que o entrevistador quer saber. Ele quer ver se você acha bacana o horário flexível que a empresa oferece, por exemplo, ou a sua informalidade entre chefes e subordinados.

8. Perguntas são bem-vindas (e bem vistas)

Não é apenas respondendo as perguntas do entrevistador da melhor forma que você pode ganhar pontos com ele. Sabia? Outra estratégia bem interessante é a de fazer perguntas que demonstrem primeiramente que você pesquisou informações sobre a empresa e, em seguida, que tem interesse pela empresa e pela vaga em questão.

Para começar, tome o cuidado de não perguntar coisas que você poderia saber dando uma simples busca pela internet. Se a entrevista for para uma oportunidade de trainee, por exemplo, você pode perguntar como é a retenção dos talentos na empresa. “Pergunte, por exemplo, quantos trainees a empresa teve no programa anterior, quantos permanecem lá, quantos viraram gestores”, recomenda Caroline, da Across.

9. Totalmente “Big Brother”

Fique também atento a todos os seus gestos desde o momento em que chegar à empresa. “Você pode estar sendo analisado já na recepção, na forma como trata o atendente”, alerta José Roberto, do Instituto Brasileiro de Coaching. Gentileza e educação nunca fazem mal.

10. Coerência nas mídias sociais

entrevista-de-emprego-perguntas-e-respostasSe você está nas mídias sociais, por mais que tente proteger sua privacidade, pode estar certo de que o recrutador já deu uma espiadinha no que você anda fazendo por lá. Portanto, vale a velha recomendação de pensar antes de postar qualquer coisa. Além disso, na hora da entrevista, seja coerente com seu perfil virtual. Não diga, por exemplo, que não bebe, se já postou uma foto com copo de cerveja.

11. Nem pense em mentir

Contar uma mentira, aumentar uma coisinha aqui e outra ali é muito arriscado em qualquer tipo de entrevista de emprego. O recrutador – lembre-se disso – é uma pessoa treinada para perceber esses deslizes. Ele faz isso o dia inteiro e tem experiência no assunto.

12. Cuidados essenciais

Na hora de escolher o que vestir, procure algo que combine com sua área de atuação. O ideal é usar uma roupa bem cuidada, mas com que você se sinta confortável (e não como se estivesse usando uma fantasia). Na dúvida, prefira cores neutras e formas simples.

13. Seja você na entrevista de emprego

Por fim, mesmo que você esteja sob pressão, nervoso, ansioso, tente ser você mesmo na conversa com o entrevistador. “Somente se você se colocar de forma genuína, autêntica e verdadeira é que será lembrado pela sua individualidade”, afirma Denise, da GNext.

Quer outras dicas? Acesse: http://www.mundosimples.com.br/educacao-trabalho-dicas-entrevista-emprego.htm

Fonte: http://www.vagas.com.br/profissoes/dicas/13-dicas-mandar-entrevista-de-emprego/

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

6 dicas básicas quando o assunto é Investimentos.

Nesse artigo listamos as melhores dicas quando o assunto é INVESTIMENTOS. 

#1 – Faça uma Lista das suas Dívidas

 A maior parte da população brasileira possui dívidas e muitas delas não tem ideia de como elas podem ser prejudiciais para o orçamento doméstico. Por isso, é muito importante que você faça uma lista das suas dívidas para saber exatamente o quão endividado você está!

No entanto, só fazer a lista não adianta. Você precisa buscar alternativas para eliminar essas dívidas e fazer uma promessa para si mesmo que irá evitar se endividar ainda mais! Lembre-se que de nada adianta você ter um investimento que lhe tenha uma rentabilidade de 1% ao mês se você paga de juros mais que 1% nas suas dívidas.

Quem vai pagar o IPVA do carro agora, por exemplo, pode pagar com um bom desconto antecipadamente. Isso já é uma forma de evitar uma dívida de várias parcelas que você irá pagar ao longo do ano.

Em 2016 busque fazer mais compras à vista com um bom desconto e se for parcelar sem juros, evite deixar muitas parcelas pendentes. Quando você compra algo em 10 vezes de 100 reais, por exemplo, pode parecer que você não irá gastar muito, mas na verdade irá desembolsar 1000 reais no final do período.

Isso acaba incentivando que você faça mais compras, o que, no final das contas, gera um acúmulo de várias parcelas pequenas, que consequentemente se torna uma parcela grande mensal.

Para entender melhor quando comprar à vista e quando ou a prazo clique nesse LINK.

 

#2 – Estabeleça uma Meta de Poupança Mensal

 Se você já poupa todo o mês excelente! Agora se você ainda não poupa, aproveite a virada do ano para estabelecer essa meta. A virada do ano é um excelente momento psicológico para estabelecermos metas para o ano que vem, porque marca a virada de algo velho para algo novo. E se eu não estou errado você quer se tornar uma pessoa melhor no ano que vem correto?

Existem basicamente 2 fáceis para estabelecer metas para poupar dinheiro:

  • Valor Fixo Mensal: Nesse caso você estabelece um valor fixo mensal que irá poupar. Por exemplo: você estabelece que irá poupar 200 reais por mês.
  • Valor Relativo à Renda: Já nesse modelo você irá poupar um valor relativo ao que ganha. Por exemplo: 10% da sua renda. Se você ganha 5000 reais por mês terá como meta poupar 500 reais por mês. É uma forma interessante, porque se você começar a ganhar mais irá automaticamente poupar mais. No geral, quando temos um aumento salarial, podemos ter um pouco de dificuldade para poupar mais, ao contrário da facilidade para gastar mais.

Também não adianta você só estabelecer essa meta de poupança mensal e não cumprir ela. Por isso quero dar essa dica “hardcore” para você. Uma boa forma de poupar é separar o dinheiro logo que você recebe o seu salário. Se mesmo assim você gastar mais que pode, corte seu cartão de crédito. Essa é uma medida bem forte para os consumidores de plantão.

Dessa forma, sem dinheiro na conta, você não poderá gastar! Essa é uma forma de diminuir o poder do diabo no seu duelo contra o anjo quando você for comprar algo.

Clique nesse LINK e baixe a Planilha de Gastos Mensais Gratuita! Nela você pode estabelecer uma meta de poupança.


#3 – Organize onde você investe o seu Dinheiro

17-dicas-de-investimentosVocê tem alguma planilha ou qualquer outra coisa do gênero para organizar as suas finanças? Sabe exatamente quanto possui em cada investimento? Se a resposta for não, está na hora de começar a organizar melhor as suas finanças.

Antes de tudo quero deixar claro que não existe uma forma mais correta para organizar o seu dinheiro, o importante é que você entenda e seja organizado. Mas por que falo isso?

Se você não organizar o seu dinheiro de forma adequada, estará deixando de buscar formas alternativas e mais interessantes de investir o seu dinheiro. Além disso, você pode estar se expondo muito ou pouco a determinados tipos de risco.

Para organizar você pode fazer algo bem simples: estabelecer onde seu dinheiro está investido e qual o percentual daquele investimento em relação ao valor total investido. Por exemplo: se seu patrimônio é de 100 mil reais e você tem 10 mil e poupança, irá colocar na planilha que possui 10% do seu patrimônio na caderneta de poupança e assim por diante com os outros tipos de investimento.

Fazendo isso no mínimo anualmente, você poderá verificar como seus investimentos estão evoluindo com o passar do tempo. Dessa forma, você saberá exatamente para quais investimentos você deve buscar alternativas, sempre se adequando ao mesmo nível de risco é claro.

É bem provável, se você não sabe onde investe seu dinheiro, que haja alternativas com o mesmo risco que você tem nos seus investimentos, mas com bem mais interessante. Falo isso, pois já falei com inúmeras pessoas e essa é o problema mais comum entre os investidores: a falta de conhecimento sobre os demais produtos financeiros.

Recomendo baixar o eBook Gratuito que criei para ajudar você Clicando Aqui.

 

#4 – Invista no seu Conhecimento Sobre Finanças

A maior parte da população só sabe aplicar o dinheiro na poupança. Você sabia que existem títulos que chegam a pagar em torno de 5% a mais que a poupança com baixo risco? Se você ainda não sabia disso, está na hora de começar a estudar mais sobre finanças!

Para facilitar o seu aprendizado, na esquerda do site existem vários botões coloridos que ensinam a você, gratuitamente, sobre os mais diversos tipos de investimento existentes.

E sem desculpas para começar hoje mesmo! Muitas pessoas acham que finanças é algo extremamente complicado, mas posso lhe afirmar uma coisa. Comece a estudar aos poucos e utilize planilhas para facilitar os cálculos. Você não precisa ser um mestre em matemática para ter uma vida financeira organizada. O segredo está em ter vontade de começar e vontade de ficar rico.

Qual é a sua verdadeira vontade de ficar rico?

No Brasil, as pessoas ricas, no geral, são vistas como pessoas que são trapaceiras ou herdeiras de grandes fortunas. O rico é visto como um ser malvado. Se você ver a pessoa rica como uma pessoa assim e não como alguém que trabalhou e estudou muito para chegar onde chegou e merece aquilo que tem, você não conseguirá ficar rico.

Outro fato interessante é que se você não tiver um conhecimento adequado de finanças você gastará muito do seu dinheiro em besteiras. Já percebeu como existem pessoas que ganham muito dinheiro ou na loteria ou de qualquer outra forma e ficam pobres de novo?

A pessoa que investe em conhecimento sobre finanças vê o mundo de outra forma, vê o dinheiro de outra forma, vê a tomada de decisão de forma muito mais racional. Enfim, muda de forma muito positiva a forma de ver as coisas.

Só para dar um exemplo, a pessoa que entende de finanças pensa como rico. Quando ela ganha dinheiro, ela foca em comprar ativos que geram mais renda para ela. Assim que o dinheiro estiver empregado de forma sustentável, ela irá consumir os bens que deseja.

Afinal, ela sabe que se aquele dinheiro não for bem empregado, ele acabará em algum momento. Ela sabe que se ela ficar endividada, ela estará a caminho da sua ruína financeira. A pessoa rica empresta dinheiro, não toma emprestado. Ela recebe juros, não paga juros. Ela tem o objetivo de ter cada vez mais renda e reinveste constantemente a renda que recebe.


#5 – Invista de forma racional

comecar_investir-1024x819É muito comum, quando estamos começando a investir no nosso dinheiro, que fiquemos tocados emocionalmente. Isso ocorre porque o ganho/perda de dinheiro diário pode nos afetar emocionalmente de acordo com o quão não estamos prontos psicologicamente para isso.

Quando ganhamos muito dinheiro, tendemos a ficar extremamente eufóricos e achamos que somos o “rei da cocada”. Ficamos mais confiantes e tendemos a arriscar mais, mesmo que isso não seja necessário. A ganância faz com que você fique querendo cada vez mais e que se exponha a riscos muitas vezes desnecessários.

Já quando perdemos dinheiro, ficamos com medo e podemos arriscar menos que devemos em determinadas situações. O medo também nos leva a tomar atitudes irracionais. Atitudes tomadas sem pensar tendem a ser piores. O livro de Rápido e Devagar de Daniel Kahneman ilustra essas questões.

O orgulho também pode prejudicar você. Quando você está ganhando bastante dinheiro pode ficar orgulhoso e ao mesmo tempo cego em relação ao que acontece a sua volta. Não esqueça de ser humilde sobre o mercado financeiro. Você não sabe tudo e está longe de saber!

Para contornar esses problemas dou as seguintes dicas:

  • Tenha um Plano de Investimento adequado para o seu perfil. Lembre-se que o melhor plano para o seu amigo não necessariamente é o melhor plano para você.
  • Estabeleça metas de poupança mensais ou anuais.
  • Aloque seus investimentos de acordo com o seu perfil. Não adianta ter todo seu dinheiro em ações se o prazo não está a seu favor ou se você não quer ter variações no seu patrimônio no curto prazo.
  • Use um calendário para se organizar. Se você tem um smartphone, use ele para designar datas para ver se seu plano está de acordo com o combinado.

 

#6 – Ajude as Pessoas com o que você sabe fazer melhor

ficar-rico-8A última dica é ajudar as pessoas de alguma forma. Tente gerar valor para as pessoas, seja através de conhecimento ou de qualquer outra forma que você possa ajudá-las. Melhorando a vida das pessoas você irá ajudar a melhorar a vida da sociedade como um todo. Isso gera mais valor para a sociedade e a torna mais rica não só em termos financeiros.

É justamente essa a minha missão nesse site, ajudar as pessoas a investir melhor o seu dinheiro. Eu acredito que pessoas que tem o dinheiro melhor administrado podem desfrutar de uma vida mais confortável e melhor. Podem realizar seus sonhos que dependem de dinheiro, podem ter mais segurança, mais saúde, bem estar e melhor qualidade de vida.

Essas informações e essa mensagem que quero tentar passar para você. No mais um Feliz ano novo e vamos prometer para nós mesmos que teremos uma vida melhor e mais próspera em 2016!

Para ajudar você criei uma Apresentação Gratuita que conta os segredos dos Ricos para você.

Clique Aqui para saber mais!

 

Resumindo o que você leu nesse artigo

 Faça uma lista das suas dívidas e tente eliminá-las. Elas são seus piores inimigos.

  • Estabeleça uma meta de poupança mensal, seja um valor fixo ou valor relativo a sua renda.
  • Organize os seus investimentos, isso ajudará a analisá-los melhor.
  • Invista no seu conhecimento sobre finanças, isso irá proteger você contra você mesmo e contra a pobreza.
  • Invista sempre de forma racional, a ganância e o medo podem prejudicar na sua tomada de decisão.
  • Tente ajudar as pessoas, você se sentirá bem e irá gerar valor para a sociedade.

Fonte: http://queroinvestiragora.com/6-dicas-para-comecar-ficar-rico-em-2014/

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Como fazer um Curriculum Vitae. As melhores dicas!

Como Fazer um Curriculum Vitae

Ao escrever seu curriculum vitae você deve observar uma série de regras e dicas que visam diferenciá-lo entre os demais candidatos a vaga, destacando suas qualidades profissionais e pessoais. Antes de começar a escrever este documento, procure fazer uma reflexão sobre sua formação e carreira profissional, identificando seus pontos fortes. Na hora de redigí-lo, faça-o com calma, sem pressa – leia e releia-o várias vezes até ter a certeza de que está tudo certo.

modelo_de_curriculum_vitae_atualizado_simples_pronto1Abaixo listamos alguns pontos importantes sobre como fazer um curriculum vitae chamativo e atraente, resultado de anos de nossa experiência na área de seleção e RH.

1) Não torne-se o “ilustre incomunicável” da vez

Pode parecer mentira mas não é. Já recebemos inúmeros currículos em que os autores simplesmente esqueceram-se de colocar seus dados de contato. Resultado: curriculum pré-selecionado durante a fase de triagem e o canditato eliminado por ser impossível encontrá-lo.

As informações de contato, telefone fixo, telefone celular e e-mail, devem aparecer no topo do curriculum vitae, junto ao nome, endereço e estado civil. Em caso de dúvidas, veja nosso modelo de curriculum. Lembre-se de manter esses dados sempre atualizados. No caso do e-mail, liste apenas aquele que você utiliza com mais frequência.

2) Vá direto ao ponto

Deixe claro logo no início de seu curriculum vitae qual vaga está concorrendo ou qual área está interessado. Não cite mais de uma vaga ou área, o que transmite a idéia de um profissional sem foco.

3) Seja seletivo – inclua APENAS o essencial

Lembre-se de que o tempo médio de avaliação de um curriculum vitae por parte de um profissional de seleção é de 45 segundos. Concentre-se naquelas informações essenciais sobre você e sua carreira e que o diferenciam e capacitam-o para a vaga em questão.

Se a vaga é para assistente financeiro, não é necessário mencionar sua experiência em manutenção de impressoras. Se você possui 38 anos e concorre a uma vaga de gerente comercial, não é necessário citar sua experiência como office-boy aos 15 anos.

Quanto ao número de páginas utilize, no máximo, 3. Para a maioria das vagas, 1 ou 2 páginas bastam.

como-fazer-um-curriculo-dicas4) Uma boa apresentação conta muito

Embora o conteúdo certamente fale mais alto, a apresentação do curriculum conta muitos pontos a favor. Um curriculum bem apresentável, organizado e impresso em um bom papel, transmite a idéia de um profissional competente e diferenciado. Utilize uma boa impressora e papéis brancos, no formato A4, de boa gramatura (90g/m2 por exemplo). Não utilize xerox nem imprima seu documento frente e verso.

5) Facilite a leitura do avaliador

A maioria dos avaliadores de currículos já passou dos 40 anos. Assim, é natural que estas pessoas tenham alguma dificuldade na leitura. Facilite este processo e ganhe alguns créditos.

Use sempre letras na cor preta (ou cinza escuro) e com tamanho igual ou superior a 10 pontos. Evite utilizar fontes rebuscadas. Boas escolhas são Verdana, Georgia ou Arial, fontes elegantes e formais. Configure seu editor de texto para deixar um espaço entre as linhas. Deixe uma boa margem entre o conteúdo e a folha.

Agrupe as informações do seu curriculum vitae em blocos como Formação Acadêmica, Experiência Profissional, Atividades e Cursos Complementares. Veja nossos modelos de curriculum.

6) Cuidado com o português

curriculo-curriculo-vitae-imagemSempre é válido frisar: muito cuidado com o português. Evite abreviaturas. Após redigir seu curriculum no computador, utilize o corretor ortográfico do seu editor. Peça sempre algum conhecido de confiança para revisar seu documento após finalizá-lo.

7) Dinheiro é um assunto a ser tratado na entrevista

Não mencione sua pretenção salarial em seu curriculum vitae. O valor pode ser um empecilho para que você seja chamado para uma entrevista, o momento oportuno para debater sobre este assunto. Evite colocar também seus salários anteriores quando descrevendo suas experiências passadas.

Modelo grátis:

  • Nome Completo
  • Solteiro,Brasileiro, 22 anos
  • Rua Brasil, 250 – Bairro
  • CEP 13400-000 – Cidade – Estado
  • Tel / Cel: (19) 0123-4567 / (19) 0123-4567
  • E-mail: seu-email@email.com

Objetivo

Descreve aqui em qual área gostaria de atuar dentro da empresa, seja breve e objetivo

Formação acadêmica

2001 – 2003 – Coloque aqui nome do curso, e nome da escola
Dica – se você tiver muitos cursos procure colocar somente os relevantes para a vaga que você deseja.

Experiência Profissional

2015 – Nome da empresa atual.
Cargo: Coloque o cargo atual que você ocupa nesta empresa
Dica – Caso esteja sem emprego você deve apagar as linhas acima

1997 – 1999 – Nome da empresa
Cargo: Coloque o ultimo cargo que ocupou na empresa.

Idioma

Informe se fala outro idioma e o nível dele ex básico, intermediário, avançado, fluente
Dica – Caso não fale outro idioma pode colocar que esta estudando se estiver ou pode apagar a linha acima

Informações adicionais

Coloque aqui informações que acha relevante para esta vaga.

 

Se você quer outras dicas para conseguir um novo emprego ou se está iniciando sua carreira profissional e precisa de um modelo de currículo para o primeiro emprego, continue navegando pelos artigos e páginas aqui do site e envie um e-mail para mim que te atenderei com muito prazer e boa vontade em dar esse passo tão importante!

e-mail: yves@pescatorigalendi.com.br

Fonte: http://www.meucurriculum.com/como-fazer-um-curriculum-vitae.php

Outro post interessante: http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/a-anatomia-de-um-curriculo-perfeito

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , | 1 Comment

Condenado homem que atropelou oficial de Justiça para impedir apreensão de carro

Ele foi apenado em um ano de reclusão, substituída por prestação de serviços à comunidade por igual período.

A 1ª câmara Criminal do TJ/SC confirmou a condenação de um homem que atirou seu veículo contra um oficial de justiça para evitar o cumprimento de mandado de reintegração de posse de um automóvel. Ele foi apenado em um ano de reclusão, substituída por prestação de serviços à comunidade por igual período.

474fe7ce0cf4422e021b4b04b807ec58a16d_carroEm apelação, o acusado alegou desconhecer a condição de funcionário público do oficial de Justiça e negou ter empregado violência em sua atitude. Na data da abordagem, afiançou, recebeu os documentos mas nem se deu ao trabalho de conferir o conteúdo. Acreditou tratar-se de pessoa ligada à instituição financeira com que negociava sua dificuldade financeira, e por isso entrou no carro e saiu do local.

Mas o desembargador Paulo Roberto Sartorato, relator da matéria, tomou por base o depoimento da vítima, que registrou boletim de ocorrência para firmar sua posição. O oficial afirmou que se apresentou ao réu e deu ciência da situação. Este, a seu turno, pediu apenas para retirar seus pertences do carro. Porém, ao entrar no veículo, trancou as portas e deu partida. Ao perceber a fuga, o oficial colocou-se na frente do automóvel e deu ordem para que parasse. Em vez de atender ao pedido, o motorista arrancou e investiu contra o servidor, que não sofreu lesões pela agilidade em sair da frente do carro.

A autoria e a materialidade do delito restaram, pois, cabalmente comprovadas pelos elementos probatórios evidenciados nos autos, especialmente através do Boletim de Ocorrência, do Mandado de Reintegração de Posse e Citação, bem como dos depoimentos prestados tanto na fase policial quanto na judicial, cujos teores não destoam entre si.”

A decisão foi unânime.

Confira o acórdão.

Fonte: http://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI237850,71043-Condenado+homem+que+atropelou+oficial+de+Justica+para+impedir

Comentário do Dr. Yves Patrick: Seria cômico, senão fosse trágico. Situação de extrema irresponsabilidade causada por um cidadão, que, se viu no direito de atropelar outro cidadão, que, para complicar ainda mais a situação, era um funcionário público no exercício de suas funções. Vale a reflexão.

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , | Leave a comment

A história do Longboard #bônustrack LOS CUESTAS FIGUEIRA

A história do skate Longboard



Para empolgar: Assista a este vídeo gravado em uma ladeira insana em um secret point dos Los Cuestas – Longbrothers.

Atletas: Erick Pizigatti; Gustavo Calasans; Yves Patrick



Observação inicial: a história do longboard se confunde muito com a história do skatinho. Afinal, é tudo skate, e até a década de 1980 não havia muita distinção entre as modalidades. Aliás, para grandes riders, até hoje não existe essa separação.

O skate como conhecemos surgiu a partir de uma necessidade. Surfistas no Havaí e na Califórnia no final dos anos 1950, em dias de maré, adaptavam tábuas com trucks daqueles patins antigos e rodas de metal. Assim, podiam praticar movimentos do surfe no asfalto. 

Não era uma coisa bonita

Os boards variavam muito de tamanho, e reza a lenda que muitos desses primeiros skates eram comparáveis ao que temos hoje como longboard.

Com o tempo, as rodas de metal foram substituídas por cerâmica, e só em 1973 por rodas de uretano. Na década de 1970 foram criados também os primeiros trucks próprios para skate.

Durante essa década e a seguinte foram popularizados as modalidades de downhill, slalom, cruising, e foi criada também a manobra que mudaria a cara do esporte, o Ollie (inventado por Alan Gelfand).

Na década de 1980 o esporte teve uma queda de popularidade nos EUA devido ao alto custo de seguros dos skateparks, além do grande risco que era visto pela sociedade. Mas logo isso mudou, no começo da década de 90 o skate voltou a ser muito popular, muito com a ajuda dos videogames (quem não se lembra de jogar Tony Hawk’s Pro Skater?) e dos grandes atletas da época (como o próprio Tony). O esporte foi abraçado também pela cultura punk e hardcore, que via no skate uma chance de expressar sua rebeldia com a sociedade. 

Essa nova onda de popularidade trouxe muitos interessados pelo esporte, criando novas formas de praticá-lo. Daí veio a retomada do longboard, que vem crescendo de popularidade principalmente desde os anos 2000, com o aumento dos campeonatos de downhill e o maior interesse em freeride (slide).

Posted in Uncategorized | Tagged | Leave a comment